“Amanhã é 23…”

Paracatu, 22 de novembro de 2019.

Há 10 meses, 303 dias, em um dia 23, saí de minha casa para uma viagem de bicicleta. Amanhã, dia 23/11, curiosamente, regresso novamente à Brasília, para ficar mais 2 dias em família e, então, seguir outra estrada, sem importar a direção ou o meio de transporte.

Voltar à Brasília é sempre complicado para mim. Por um lado, fico muito feliz de encontrar minha família, vibro com o crescimento do Vicente na barriga da Verônica, vejo meus amigos da HSS (assessoria esportiva).

Por outro, é um tédio danado: são os mesmos problemas, os mesmos dilemas, as mesmas conversas e quase tudo parece artificial. É uma realidade que não é mais minha, da qual eu não vejo sentido em fazer parte.

Nesse tempo, sei que todos mudamos, mas a mim, tudo parece igual. Talvez, eu tenha mudado demais. Além disso, me acostumei a dinâmica de estar em movimento, de enfrentar situações diferentes, de me reinventar diariamente e, principalmente, de sempre seguir em frente.

Minha mãe diz que essa é a vida real. Que penso assim porque quero fugir da realidade e não enfrentá-la. Penso sobre isso, mas não consigo me conformar com a hipótese de batalhar por uma coisa na qual não acredito. Por mais cliché que seja, realmente a vida é igual andar de bicicleta, pra se manter em pé é preciso estar em movimento.

Obrigado a todos que acompanham.

org_453b5ef51b533f42_1556537648000

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s